O 11 de Setembro do PT aconteceu no dia 31 de Agosto, passado, quando decidiu entregar a proposta orçamentária de 2016 para o Congresso com um déficit de R$ 30,5 bilhões.

A presidente da República ignorou o princípio mais basilar da responsabilidade fiscal – o equilíbrio das contas públicas – e sinalizou aos credores da União, com esse gesto, que não honrará os compromissos assumidos.

A chefe do Poder Executivo federal jogou a pá de cal, pois, atestou a sua incapacidade de administrar o País e de gerir adequadamente seus recursos, ao terceirizar a responsabilidade para o Congresso Nacional.

Dilma 2 insiste em tentar convencer a sociedade brasileira de que Dilma 1 só fez o que fez para salvar o país da crise e resguardar a renda e o emprego dos trabalhadores.Ao não reconhecer as barbáries que ela e Lula fizeram, e que estão levando o Brasil à bancarrota, a presidente entrou num caminho sem volta.

E a conta da irresponsabilidade agora vem com inflação alta, recessão brava, fechamento de fábricas e desemprego crescente. Não tem mais o que terceirizar nem a quem culpar.A presidente delegou a gestão da economia para o ministro Levy, da Fazenda, que já está apelando para o aumento de impostos para equacionar a situação, uma vez que o governo não levou a sério a necessidade de cortar despesas e reformular a sua atuação.

O vice, Michel Temer, que até outro dia respondia pela relação política com o Congresso não aguentou os desmandos da presidente e de seu partido, o PT.O País está enredado numa crise econômica sem precedentes, que por sua vez é turbinada por uma crise política de intensidade grave, que só faz aumentar com o envolvimento dos políticos da base no maior esquema de corrupção deste país.

Também não tem precedente a crise moral e ética pela qual passamos.A esperança é que a Lava Jato consiga limpar um pouco dessa sujeira e ajude a construir um futuro melhor, como disse o juiz Sérgio Moro. Os 13 anos de governo do PT, que fez o diabo para se manter no poder, quebrou o Brasil e agora empurra a conta para a sociedade pagar.

Os reflexos desta crise são sentidos por todos nós brasileiros que estamos assistindo o fechamento de milhões de postos de trabalho e de negócios no País.Sair desse buraco vai levar tempo e precisa de liderança, que Dilma não tem.

Portanto, não foi a Standard & Poor’s que tirou do Brasil o selo de bom pagador, mas, a própria presidente Dilma, quando reconheceu que não tem mais condições de governar o País.

Outras agências devem rebaixar a nossa nota de crédito e isso afastará os investidores internacionais do Brasil.Dilma continua alheia à gravidade do quadro e caminha para o cadafalso. No Congresso, avança a articulação pró-impeachment, com a participação de siglas aliadas inclusive. Parece que se está desenhando um caminho sem volta.

FONTE. BLOG JJ

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here